A superação pela arte

Perceber melhoras nos movimentos e autonomia em atividades rotineiras é uma verdadeira vitória para quem sofreu doenças graves, como é o caso do senhor Jenival Silva Sousa, de 53 anos.

 

Após vencer uma meningite, há quatro anos, ele viu sua vida mudar, sendo necessárias muita determinação e força de vontade para superar os desafios decorrentes do problema, os quais ele enfrenta com coragem e foco.

 

Com o lado direito do corpo paralisado, Jenival precisou de apoio para dar a volta por cima e se adaptar às limitações, que não foram poucas. Foi nesse momento tão delicado de sua vida que ele contou com o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), projeto administrado pela Associação Reabilitar desde 2008.

 

Há três anos em tratamento, o homem frequenta o local participando de diversas terapias que o ajudam a retomar pouco a pouco sua independência. A arteterapia é uma das atividades em que ele recebe acompanhamento e se dedica com afinco para ter, cada vez mais, uma melhor qualidade de vida. Orgulhoso de sua evolução, Jenival destaca os avanços percebidos.

“Essa meningite me deixou com dificuldades para andar e com falta de equilíbrio. Eu estou aqui, com o Michael, na Arteterapia, ele [o terapeuta] colocou um desenho pra mim. Eu senti, comigo mesmo, dificuldade, eu achei que não ia conseguir e hoje me orgulho de poder dizer que posso desenhar e pintar com a mão esquerda”, ressalta o paciente.

 

Apesar das melhoras contínuas no lado esquerdo, Jenival não consegue movimentar o lado paralisado do corpo. No entanto, isso não o desanima. “Devido às terapias que já fiz, venho conseguindo essas habilidades, já consigo muita coisa, devido à arteterapia, à fisioterapia que já fiz. Hoje, em todos os setores de terapias do Ceir, eu estou incluído. Já tive muito avanço nesse tempo”, pontua.

 

 

 

 

 

 

A satisfação de Jenival é fruto de um trabalho dedicado realizado pela Instituição para que cada paciente tenha a melhor experiência enquanto dá novos passos. Por meio do cuidado e da atenção, as equipes participam ativamente da transformação de vidas, celebrando com o pacientes suas conquistas diárias adquiridas pela reabilitação.