Amor e dedicação marcam homenagem do Ceir às mães

11 de maio de 2017 por Associação Reabilitar

Tantas histórias únicas, mas todas especiais. O Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) reuniu, nesta quinta-feira (11), as mães que se dedicam aos filhos e à instituição para uma homenagem pelo Dia das Mães.

Maria de Jesus, de 55 anos, é uma delas. E a sua história é ela quem conta: “Eu sempre sonhei em ser mãe, mas nunca pude ter filho. Foi quando descobri que eu podia adotar uma criança. Passei quatro anos na fila de espera, até o dia em que adotei a Ester”.

A Ester Maria, filha adotiva da Maria de Jesus, nasceu com Paralisia Cerebral, consequência de um desenvolvimento anormal do cérebro. A criança de 5 anos recebe tratamento do Ceir desde 2012 e é presença garantida nas festividades do Centro.

“Ser mãe é uma maravilha, a gente aprende tanta coisa”, conta Maria, segurando as lágrimas. No Ceir, ela compartilha histórias com outras mães, a exemplo da Lourdes Silva, de 34 anos, mãe da Maria Amorim, de 5, que está na instituição há apenas um ano. “É a primeira vez que participo de uma festa das mães aqui. Quando descobri que minha filha nasceu com deficiência foi uma tristeza. Mas fui superando e no Ceir tenho aprendido muito com outras mães”, conta.

A festa das mães do Centro de Reabilitação foi marcada por demonstrações de afeto dos filhos, que prepararam apresentações musicais, juntamente com terapeutas, colaboradores e músicos convidados.

O dia também contou com cuidados para a beleza das mães. Uma equipe de maquiagem estava à disposição para deixá-las ainda mais bonitas. As homenagens ficaram por conta do grupo de voluntárias do Centro, também mães, que se dedicam à instituição que cuida da pessoa com deficiência no Piauí.


Texto: Cláudia Alves – Comunicação Reabilitar

© Copyright 2016 - Todos os direitos reservados para a Associação Reabilitar