Cuidados para o risco do AVC e traumas cerebrais são destaque na primeira participação da Associação Reabilitar no Teresina em Ação

29 de setembro de 2018 por Associação Reabilitar

WhatsApp Image 2018-09-29 at 18.01.18Neste sábado (29), a Associação Reabilitar estreou sua participação na 15ª edição do Teresina em Ação, por meio de parceria com a Prefeitura de Teresina. Através da participação ativa dos Projetos Pense Bem AVC e Pense Bem Trauma, a instituição levou à comunidade da região do bairro Vale Quem Tem orientações e esclarecimentos sobre hábitos de vida saudáveis, uso adequado de medicamentos, terapias não-convencionais.

Na ação também foi tratado da prevenção e detecção de fatores de risco para doenças, como o AVC, incluindo seus fatores de risco, tais como diabetes, hipertensão arterial, cardiopatias, dislipidemias, sobrepeso, obesidade e, também, sobre a prevenção de neurotraumas (traumas de crânio, coluna e nervos periféricos).

Com uma equipe composta por estudantes e profissionais voluntários da área de saúde, como medicina, enfermagem, educação física e nutrição, o objetivo da inserção dos Projetos Pense Bem AVC e Pense Bem Trauma no Teresina em Ação é alertar para a prevenção e diagnóstico precoce de doenças nos bairros em que eles se inserem, principalmente alertando a população sobre os modos de prevenção e consequências do AVC, segundo explica o  neurocirurgião e presidente Voluntário da Associação Reabilitar, Benjamim  Pessoa Vale.

“O acidente vascular cerebral é uma doença catastrófica. Nosso objetivo é alertar as pessoas que essa é a patologia que mais mata no Brasil, deixa graves sequelas e atinge as pessoas na idade econômica ativa, comprometendo as seguridades social e física, além do fator de agregação familiar”, diz.

WhatsApp Image 2018-09-29 at 18.01.20Nesta primeira participação, foram mais de 120 pessoas atendidas e, segundo o médico, deverão ter um acompanhamento continuado.  “Essa é a nossa primeira participação. É um evento de grandes proporções, com várias instituições envolvidas, mas é um trabalho que deve ser dado continuidade. Por isso, estamos catalogando todas as pessoas atendidas hoje pela Associação Reabilitar e pelo Ceir. Posteriormente, vamos mapear essas pessoas por suas regiões, entrando em contato com os Programas de Saúde da Família nos casos em que identificarmos fatores de risco para o AVC, Diabetes, Hipertensão Arterial, alguns traços de anemia falciforme. Para que possamos dar sequência à orientação e atendimento dessas pessoas”, garante o gestor.

As atividades realizadas pelos voluntários dos Projeto Pense Bem AVC e Pense Bem Trauma foram aferição de pressão arterial; avaliação do IMC; medida da relação cintura/quadril; orientações para a prevenção do AVC; identificação dos fatores de risco (hipertensão, diabetes, dislipidemias, cardiopatias, obesidade e sobrepeso, sedentarismo, entre outras) na população para o AVC; palestras educativas; distribuição de folders educativos; orientações a respeito do uso de medicamentos para portadores de doenças crônicas, como a hipertensão, diabetes e cardiopatias; uso do aplicativo Riscômetro para o AVC; abordagens educativas sobre o mau uso do celular no trânsito; abordagens educativas sobre lombalgias e má posturas; exibição de vídeos da Campanha Neuro em Ação.


Texto: Lourdes Pereira – Comunicação da Associação Reabilitar


© Copyright 2016 - Todos os direitos reservados para a Associação Reabilitar