Exposição interativa alerta para a prevenção e riscos do AVC

21 de outubro de 2019 por Associação Reabilitar

A Associação Reabilitar, através do Projeto Pense Bem AVC, e em parceria com o Sesc Ilhotas, lançou, nesta segunda-feira (21), a Exposição Interativa do AVC. A abertura do evento ocorreu no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), como parte da 10º Semana de Combate ao AVC, que acontece de 21 a 31 de outubro.

“A grande importância da conscientização da sociedade é formar uma consciência crítica de que a sua saúde depende de você. Você deve gerenciar os fatores de risco. A função da equipe médica é orientar com informações corretas. A exposição mostra como prevenir, como entender o AVC, como identificar e como minimizar a quantidade de sequelas e óbitos. Quando você ouve, fala e participa, é muito mais fácil compreender o contexto. E essa exposição que se inicia ainda vai fazer muitos caminhos pelo Estado do Piauí”, destaca o presidente da Associação Reabilitar, Benjamim Pessoa Vale.

Durante a abertura do evento, o governador Wellington Dias deu um depoimento pessoal sobre a presença do AVC em sua família. “Precisamos destacar a importância da prevenção ao Acidente Vascular Cerebral (AVC) e espero que outras pessoas tenham a oportunidade que eu tive de ser fazer exames, ter tratamento e obter a medicação correta. Mas tem coisas que depende de você, como a prática de exercício e alimentação”, diz o governador.

A deputada federal Rejane Dias parabenizou a iniciativa. “É um evento muito importante para trabalhar essa questão da prevenção e conscientização sobre o AVC, principalmente de que ele pode ser evitado. Quero parabenizar a campanha, a Associação Reabilitar e o Ceir, que tem sido uma referência na reabilitação dos pacientes que sofreram o acidente vascular”, frisa.

Na oportunidade, secretário de Estado da Saúde, Florentino Alves Veras, convidou o presidente da Associação Reabilitar, Benjamim Pessoa Vale, para levar a exposição para outros municípios do Estado.

Palestra alerta para os números do AVC 

A programação desta segunda-feira (21) também contou com uma palestra com o neurologista Irapuá Ferreira Ricarte. O especialista abordou temas como tipos de AVC; números da doença no Brasil e no mundo; as vítimas mais comuns; fatores de risco; sintomas, além das formas de reconhecer e evitar o AVC.

“Mudar o estilo de vida, procurar orientação médica e até o tratamento cirúrgico são ações que podem ser tomadas para se evitar essa patologia. Todos os profissionais da saúde precisam estar atentos aos sintomas e fatores de risco para que possam ajudar a população, assim como os pacientes já atendidos no Ceir “, conclui.

© Copyright 2016 - Todos os direitos reservados para a Associação Reabilitar